segunda-feira, 20 de abril de 2015

Gol com assinatura de Pelé



Sempre dissemos neste blog que o Santos é Geuvânio e mais 10. Ou Geuvânio e Robinho e mais 9 (porém com ressalvas ao salário astronômico que Robinho recebe no clube - hoje o Santos não pode se dar mais a esses luxos pois foi quebrado por uma quadr....). 
E o menino marcou ontem um dos gols mais lindos dos últimos anos.
Um gol que levaria a assinatura de Pelé.
O Santos fez uma ótima partida ontem.
O Vladimir só pegou na bola quando foi buscá-la dentro de seu gol depois do gol (em impedimento) do Luis Fabiano.
Este time do São Paulo é o pior que eu vi jogar nas últimas décadas. Que time horroroso! Um time apático, desmotivado, ruim mesmo, sem comprometimento com a grandeza do tricolor.
Foi fácil para o Santos.
Poderia ter sido de mais. Depois do gol o São Paulo até ameaçou empatar um partida que deveria já ter sido decidida há muito pelo Santos.
Agora vem o Palmeiras.
O Palmeiras é muito melhor que o São Paulo.
Vai ser preciso jogar muito mais.
Deixem o Geuvânio descansar bastante.
O menino precisa de um pouco de cuidados na preparação física.
O técnico deveria armar um esquema deixando Geuvânio só para jogadas de ataque; deveria tirar dele um pouco a responsabilidade de marcar; ele cansou muito ontem; chegou a vomitar depois do golaço de gênio que marcou; não é para menos; essa garotada não teve alimentação decente durante a infância e adolescência, como tem garotos de categorias de base na Alemanha, Espanha, Itália, enfim, em países desenvolvidos de primeiro mundo.
Vai ser uma pedreira.
Acho que o Presidente Modesto deveria bater o pé para a final ser na Vila. Na Vila as chances aumentam muito. Geuvânio e companhia se sentem mais à vontade, se sentem mais confortáveis no gramado que conhecem bem. A Vila é aconchegante para o Santos e é sim, ainda, um caldeirão para os adversários. Inibe os adversários. 
Tem serviçal que prefere que o jogo seja no quintal da sua casa. Este bobalhão nem deve conhecer a Vila. Acha que o Santos de hoje é o mesmo da década de 1960 que podia infernizar seus adversários em qualquer lugar. 
Os tempos mudaram. E muito. Mas o processo de evolução da cabeça das antas não mudaram muito nos últimos milhões de anos.

4 comentários:

  1. Eu vou torcer muito, mas muito mesmo, pois outro título vai demorar pra aparecer. No meio do ano começa a debandada, o Dorival Junior vai voltar e seremos rebaixados. Ai os anos 90 voltarão, só que a diferença dos outros clubes agora é abissal. Vai Santos, com amor, que é a diferença de você para os outros clubes da capital.

    ResponderExcluir
  2. Gozado. Outro dia mesmo o Santos estava muito atrás de seus rivais. Hoje, o São Paulo têm um time horroroso, o pior de décadas. É incrivel a falta de critério de blogueiros passionais, que mudam de opinião como o vento.O time do Palmeiras é péssimo. Vou repetir, plagiando o Paulo Roberto Martins: É péssimo dos péssimos . Apenas está entusiasmado. Mas é péssimo.O Santos vai vencer as duas, barba e cabelo. E o time do sistema, depois que o Tesoureiro PeTralha foi preso, coincidência ou não não venceu mais. Se eu fosse o presidente do Santos , mandaria a Globo passar Homem Aranha de novo

    ResponderExcluir
  3. Não sou partidário da diretoria anterior; acho que os dois jogos deveriam ser em São Paulo com torcida dividida meio a meio na Arena Palmeiras, e no Morumbi; o Santos precisa de dinheiro, e ganhar um paulistinha a mais ou a menos dá na mesma...

    ResponderExcluir
  4. Fazer os jogos na cidade do adversário, tendo a vantagem de poder decidir em casa, é burrice sem tamanho. Ainda bem que agora, com uma diretoria que de fato defende os interesses do clube, jogaremos a decisão na Vila. Somos favoritos. Um time titular levemente superior ao do adversário e decidindo em casa. Eles têm mais banco, provavelmente uma arbitragem a favor... Mas é confronto equilibrado e o título está em aberto. No atual momento, após o tsunami pelo qual passamos graças aos ladrões que lá estavam, um título seria uma benção. Um clube campeão pode buscar patrocínio melhor, fica mais em evidência na mídia, pode atrair atletas para a disputa do nacional... Enfim, ser campeão três meses depois da situação quase falimentar de janeiro é uma grata surpresa e ajudará e muito o clube neste momento tão grave, ainda mais em um campeonato que, claramente, foi disputado "pra valer" por todos os outros endinheirados rivais.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog Memorias-Sonhos-Reflexoes e é de total responsabilidade do autor da mensagem.