quinta-feira, 11 de junho de 2015

Resultado excepcional e inesperado

Os jogadores do Santos gostam mesmo do Marcelo Fernandes.
Fazia tempo que não via o Santos jogar com tanta entrega.
O pessoal lutou bravamente até o fim.
Todos, sem exceção, se entregaram de corpo e alma e o resultado de 2 a 2 em pleno Horto pode ser considerado uma vitória.
Marcelo Fernandes atrapalhou um pouco.
Gabigol, como o próprio apelido já diz, é artilheiro, é centroavante.
Pois Marcelo o puxa para jogar no meio campo, longe da área.
Na primeira vez que entrou na área, fez o gol de empate.
E depois, para terminar a lambança, ele me tira Gabigol e trouxe o Atlético para cima.
Mas o resultado salvou sua pele.
E foi inesperado: não havia um santista no mundo que não estivesse esperando um derrota ontem.
E vamos com moral para pegar o Corinthians na Vila.
Temos que manter esse espirito de luta e garra.
O que é uma novidade até cultural: o Santos não é um time de garra.
Valeu!
Destaques foram Vladimir, Vitor Ferraz, Lucas Lima e Geuvânio.
Quem destoou foi o técnico, que chamou o Atlético para cima do Santos ao retirar nossos atacantes e encher o time de volantes. Volantes horrorosos, por sinal.
Ah! Ia me esquecendo: tivemos muita sorte com a contusão do fraquíssimo Elano. Que ele fique até a data de embarcar para a Índia em recuperação. 

4 comentários:

  1. Gostei do Lucas Otávio também. Chego. Carlos e Seedorf para técnicos. Continuamos a assistir os 3 Patetas.

    ResponderExcluir
  2. Quis dizer que diretoria anda sondando Gilson Kleina, Roberto Carlos e Seedorf para treinador...

    ResponderExcluir
  3. 17 meses de direito de imagem atrasado com Damião e Thiago Ribeiro...lamentável. Lá vem mais ações trabalhistas. Eu n entendo nada de direito, mas uma hora essas ações vão acabar e o santos vai ter que pagar. A vila já é penhorada, ou o ct??

    ResponderExcluir
  4. PQP , estão falando em OxO para treineiro? É pegadinha?

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog Memorias-Sonhos-Reflexoes e é de total responsabilidade do autor da mensagem.