quinta-feira, 30 de julho de 2015

Reflexões

É dos velhinhos que eles gostam mais

Nada muda mesmo neste clube falido. Mandaram um emissário negociar salário com Nenê, de 32 anos. Eita clubinho que adora o passado! E não muda sua cultura. Em plena Era das Comunicações precisam enviar alguém na Europa. Igualzinho os roxos faziam.
Nenê, Elano, Renato, Leonardo, Ricardo Oliveira e só não tem mais porque não tem dinheiro. É o Retirão, trazendo todos os velhinhos que puder. Saiba mais


Mesmo caminho dos clubes pequenos



O ASA de Arapiraca conseguiu 4 patrocinadores para fazer semanas atrás  o jogo contra o Palmeiras ao vivo para todo o país.
Os clubes pequenos aproveitam ao máximo para fazer este marketing de 5a. categoria, esses contratos pontuais com empresas que, na maioria das vezes, ninguém nunca ouviu falar,  quando tem um de seus jogos mostrados ao vivo para todo o país, sobretudo quando joga contra um grande clube. Este tipo de evento é bastante raro e os pequenos aproveitam a oportunidade de se mostrarem ao lado de um grande clube.
Sinal dos tempos, o Santos, depois de 5 anos sendo estuprado pela ORCRIM, está adotando o mesmo recurso.
O clube aproveita que jogará contra o Flamengo no domingo, com Maracanã lotado, e jogo sendo exibido pela Rede Globo em rede nacional para todo o país para entupir o uniforme com patrocínios.
Este clube segue direitinho o roteiro para virar, não mais uma Ponte Preta, mas um ASA de Arapiraca da vida. Clique aqui e saiba mais.




– Hoje ouço falar que treinador brasileiro tem que ter reciclagem. Mas reciclar o quê, se não temos nenhum tipo de formação? Nossa formação foi a vida, os vestiários, o dia a dia e a troca de informações. Um ou outro conseguiu, de repente, buscar uma formação superior, em Educação Física, a única cadeira que nos proporcionava uma formação. Mesmo assim, nos quatro anos de estudos, ela proporciona 60 horas com a cadeira de futebol. Enquanto na Europa são no mínino duas mil horas para um treinador estar formado. A Espanha formou, em 2011 e 2012, 50 mil profissionais, que fazem duas mil horas de trabalho, para ter reconhecimento da Uefa e poder trabalhar em um grande clube. Nós nunca nos preocupamos
Dorival Júnior
Parabéns ao Dorival. Enfim, um desses que a gente resolveu chamar de técnico de futebol, corrobora a afirmação deste blog: não há técnicos de futebol neste país. Há enganadores que resolvem, do dia para noite, acrescentar sobrenome e dizer que são técnicos. E pronto. Já começam com salários que nunca ganharam como jogadores. E vem os palhaços e dizem assim: "Acho que Argel por 100 mil seria o ideal". Torcedor de futebol é estúpido por natureza; os do Santos são estúpidos ao quadrado. 




Patrocínio pontual para os dois próximos jogos
O valor é mantido em sigilo total. Deve ser por vergonha.




Jean Chera negocia para voltar
E aí é que mora o perigo. O jogador, se é que pode ser chamado assim, deveria pagar para voltar a tentar jogar no Santos. 
Mas eis que entram em campo dois gênios de Harvard para negociar: o presidente e seu "CEO" de 1 milhão. 
Isso quer dizer que Jean pode ficar tranquilo. Para desempregados há mais de um ano eles começam propondo 200 mil mensais. Mas pode subir, viu Jean, fica tranquilo!




O gaiato e as viúvas
O serviçal gaiato puxa o assunto e os amestradinhos com cérebros de ostra tentam escrever bonitinho. Hoje é dia. O gaiato resolveu dissimular geral. E seus bichinhos amestrados correm para atender o chamado. Ele assobia e os vira latas correm abanando os rabinhos. São as viúvas atendendo o chamado do velhaco. Mais uma histórinha prá boi dormir.




Um comentário:

  1. Mandam emissário e depois pagam comissão para três empresários.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog Memorias-Sonhos-Reflexoes e é de total responsabilidade do autor da mensagem.