quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Clube anti-ético; teisa; Robinho

Ele sabe o que faz? Sabe gerir riscos? Onde aprendeu gestão de riscos? Em Harvard, de onde vieram seus parceiros que destruíram o clube?
Esse tal Esporte Interativo negocia com o bloco intermediário.
Mas os clubes que compõem este bloco não se expõem.
E não expõem a empresa que tem sido parceiras dos clubes até então.
O problema é que mais uma vez este clubinho de futebol (foi o número 164 no ranking mundial da IFFHS de 2014, por isso é um clubinho) quer aparecer. Quer ser protagonista em um cenário onde não é nem coadjuvante. 
E trai a confiança de quem vive ajudando-o financeiramente. Não morro de amores pela Globo. Mas reconheço seu trabalho e sua importância, e sua parceria. Não fosse ela o Santos teria sumido do mapa quando o atual presidente foi eleito.
Revelar conversas, reuniões de negócio, convites para almoço, propostas de rivais, isso tudo é anti-ético, é "trairagem" pura.
Este senhor conhece riscos?
Este senhor sabe avaliar riscos?
Onde aprendeu?
Em Harvard?
Ou aprendeu nas grandes corporações onde ele foi executivo?
Ele conhece ética?
Não conheço o currículo deste senhor, mas posso imaginar que de gestão conhece muito pouco.
E de gestão de riscos, particularmente, não deve conhecer nada. E de ética, definitivamente conhece nada.
Os outros clubes que também conversaram e se interessaram pelo tal Esporte Interativo mantém sigilo das conversações, como manda a ética, como manda o bom senso.
Mas quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.
Este senhor está expondo o clube baseado em uma situação que "pode" acontecer um dia. Estamos falando de 2019. Até lá tanta coisa pode mudar que fica até difícil avaliar os cenários e até mesmo as consequências de se expor e ser anti-ético.
Quer mostrar importância.
Quer aparecer.
Quem da Globo o convidou para almoçar?
Quando?
Teria sido da última vez em que foi de pires na mão pedir dinheiro? Pedir antecipação?

“É forte a pressão. Vem de onde vem. Estou aceitando a proposta do Esporte Interativo, que é da Turner. Vamos em frente. Mas é logico que eu e os presidentes dos outros clubes já fomos chamados a um jantar. Eu falei: ‘veja o que vocês vão fazer, somos parceiros a tanto tempo’. É um momento realmente que a gente tem que enfrentar. Vai ser fácil? Não. Vamos ser criticados, crucificados, vão ser anos de chumbo para nós. Tenho mais dois anos à frente do Santos. Se quiser xingar, xingue, se quiser denegrir, denigra. Eu vou à luta. Tenho um clube o qual tenho que dar satisfações. Não tenho que caminhar para agradar ninguém, tenho que fazer o melhor que for para o meu clube”.

Se isso fosse verdade, ele não manteria um clube com 400 funcionários, mais que o Real Madrid. Se fosse verdade ele não manteria o estatuto roxo que tanto criticou. Teria feito uma auditoria e eliminado os bandidos. Teria acabado com o  tal comitê que de nada serve e que ele mesmo tanto criticava. Mentiras. Falácias. Discursinho a la lorotão. Pegou a doença. 
Da próxima vez que ele for de pires na mão a Globo vai mandá-lo pedir dinheiro para o Turner.
Quis aparecer. E apareceu. E o Santos que se dane. 
É o mal dessa gente: eles são vaidosos, adoram aparecer, só abrem a boca prá falar merda. E as consequências são desastrosas para o clube.
Uma das consequências é que o SporTV, que é aliás o concorrente desse tal Esporte Interativo (e não a Globo tv aberta), não vai transmitir jogos do Santos nem no paulistinha.  Vai mostrar o primeiro "jogaço" só em 28 de fevereiro contra o Red Bull. Antes disso o Santos terá um jogo transmitido em tv aberta mas não pela Globo, mas sim pela "reconhecidíssima" Bandeirantes, do Neto. Quem vai querer patrocinar um clube que não aparece na Globo? E nem no SporTV?
Mas o bufão já conseguiu seus cinco minutos de fama. Conseguiu fazer sua "trairagem" na Jovem Pan. Os repórteres da Pan não são bobos. Chamam logo quem eles sabem que vai entregar tudo. Chamam os "traíras". Sabem que na ânsia de aparecer e mostrar o que não são, eles abrem o bico, são anti éticos e não conhecem um negócio que se chama gratidão - a Globo antecipa valores altíssimos, socorre financeiramente os clubes, e, no caso do Santos, pagou 60 milhões para mostrar meia dúzia de jogos.
Outra coisa: bufões não analisam direito as coisas. Esquece o senhor traira que futebol sempre tem dois times. E se o time adversário não for do bloco do Esporte Interativo? Aí diz o sabidão:

“Está na hora de a lei mudar. O direito de transmissão deve ser do mandante e não dos dois. Aí a coisa melhora muito”

Viram só?
Este cidadão não conhece história, nem estatística, não conhece política. E não sabe o poder que uma emissora como a Globo tem. 
Quer negociar com o tal Esporte Interativo? Negocia. Isso é até uma obrigação como dirigente do clube. Mas sem ser anti-ético, sem ser entreguista, sem ser traíra. Isso é uma negociação, e negociações feitas em sigilo não podem ser reveladas. As consequências e o castigo para os traíras vem logo em seguida.
Para todos os efeitos, não é o bufão que é anti-ético, mas sim o clube Santos FC.


teisa

Lembram disso? É aquela empresa que foi criada pelos amigos do fanfarrão para ajudar o Santos. Lembram, roxinhos estúpidos?
Pois é, depois disseram que a missão da empresa não era só de facilitar a vida do clube roxo, mas sim atuar como grupo investidor tal como o DIS, Doyen, etc..
E querem mais sobre a possivel venda fraudulenta de Neymar.
Saibam mais clicando aqui.

Robinho

Entre um futevôlei e outro Robinho, ex-jogador, desempregado, aguarda uma proposta do clube da turma de Harvard. Como ele está sem clube, seu salário atual é zero. Mas Robinho sabe que uma proposta - assim, de uns 700 mil - acabará vindo pois conhece bem os métodos de negociação do clube que comprou Damião por 13 milhões de euros mais juros de 10% ao ano, com salário de 700 mil. Robinho conhece o DNA do clube. É só esperar, ficar bem quietinho, deixar vazar na mídia que o Cruzeiro já teria feito oferta, e pronto. Se conseguir dar um jeitinho que ao invés do Cruzeiro é o Corinthians, aí a proposta dobra. Robinho está quase chegando naquela idade em que os magníficos dirigentes do clube não suportam a tentação. Se ele tivesse um ano de vida a mais, digamos, uns 33 anos, aí eles não suportariam tamanha tentação, e sua contratação seria imediata, e por 6 anos...

4 comentários:

  1. A petizada do blog do "historiador" está empolgada.
    A petizada precisa esquecer a Globo (Tv aberta) quando o caso for EI, e lembrar que é Sportv (Globo), pois bem, nesta proposta do EI que é boa tem uma coisa a se levar em conta, eles querem contrato de 6 anos - 3 eles sabem que será para tentar patrocinador para eles - pois, precisam convencer quem banque o evento para eles.
    Na TV aberta a Globo continuará por muitos anos já que as duas - SBT e Record - que teriam condições de enfrentá-la, já disseram que ficarão fora por muitos anos - perceberam que precisariam de muita grana para o evento - do futebol, ou seja, teremos que aguentar por muitos anos a Globo.
    A petizada esquece, por conta da euforia tola que, quem define dia e hora de jogos é a CBF (leia-se Globo), ou seja, continuaremos com jogos as 22h infelizmente.
    Fico imaginando, como retaliação aos que falam muito, o jogo do time deles, seja marcado para uma terça-feira as 15h e no domingo as 21h? Vais ser uma loucura de prejuízo tanto de público como de renda. Sem contar que, na TV aberta, como retaliação também a Globo pode não transmitir jogos dos que falam muito, ou apenas diminuir ainda mais, até na Sportv, vai ser complicado para todos.
    A Turner tem que fechar com no mínimo 13 clubes para aliviar prejuízos e negociar bem com os que ficaram com o Sportv, pois pelo visto os clubes que mais dão audiência, continuarão com a Globo.
    O que leva os torcedores, a não propor uma divisão igualitária no campeonato Paulista, já que 4 ganham muito mais que os 16 restantes? Gostaria de entender. Quando é o tal venha nós, tudo bem nada de reclamar. Deixe-me rir.
    Aguardemos.
    Tenho uma sugestão para divisão, mas tem torcedor de alguns times que entram em pânico com esta ideia (3º item), já que ela brinda a quem de fato atrai público para o estádio que vale tanto quanto audiência.
    Quero ver se os clubes tem peito de fazer assim:
    - 50% divididos em partes iguais para todos.
    - 20% divididos de acordo com a posição na classificação do ano anterior.
    - 20% divididos de acordo com a maior média de público e maior média de valor dos ingressos (tem que ter média alta com valor de ingresso médio também alto).
    - 10% divididos de acordo com audiência
    Para o PPV, que seja OBRIGATÓRIO ao assinante IDENTIFICAR para qual time torce, só assim teríamos uma divisão real e COMPROVADA do arrecadado pelo PPV.

    ResponderExcluir
  2. Blogueiro, você não é santista porra nenhuma, você é um trairão. Quando vc criticava a diretoria anterior até tinha fundamento, disse que encerraria o blog assim que os roxinhos saíssem. Não cumpriu. Continua com o blog, oq não é errado, mas continua metendo o pau no Santos. Vc sabe quem está por trás do Esporte Interativo? É a Turner americana! Oq vc quer? Q a gente continue eternamente levando nabo da Globo? É exatamente a falta de exposição do Santos e a exposição massiva do nosso maior rival que está alavancando as receitas e a torcida deles! E agora vc quer negar o direito do Modesto procurar outro caminho pq, segundo a sua visão doentia, o Santos é um "clubinho"?! Quer negar o direito de buscar viabilizar a construção de um estádio novo? Quer negar o direito de ter mais exposição, fabricar os próprios uniformes? De que lado você está, seu traíra? E quem é você pra dar lição de ética, moral? Oq muda para o Santos se a Globo ficar putinha com a exposição? O clube já não aparecia, tivemos no máximo 5 jogos transmitidos no campeonato brasileiro, o Avaí deve ter aparecido mais doq o Santos, não muda nada, a Globo vai ter q pagar até o último centavo do contrato e vai continuar boicotando o Santos. Cara, vc é doente, não merece crédito por nada q diz, é só um fanfarrão q fica gritando obscenidades em um blog esquecido num cantinho da Internet. E ainda se acha portador de poderes premonitórios. Vc é um pateta.

    ResponderExcluir
  3. Ele tem o direito de fazer tudo isso (estádio igual a Vila para 25 mil, trocar a Globo por quem ele quiser, fazer uniforme, etc..). Só que tudo dentro da ética. Sair alardeando por aí com sua bazófia que peitou a Globo etc... não vai fazer bem ao clube. Está igualzinho ao fanfarrão mentiroso que saiu. E o clube assim vai continuar sendo um clubinho de futebol, o 164o. do mundo. E é pequeno porque todos que de alguma forma apoiam ou trabalham pelo clube pensam pequeno, são invejosos, estúpidos e doutrinados, burrinhos mesmo. De qualquer forma eu não estou aqui para consertar este clube, até porque não tem conserto, mas para criticar o que acho errado.

    ResponderExcluir
  4. Se formos medir pela sua régua oq é clube grande ou pequeno, o Flamengo é um clubinho, o Vasco é um clubinho, o Botafogo é ridículo, o Palmeiras é um clubinho, pq é bancado pelo Paulo Nobre, enfim, não sobra nada no futebol brasileiro, pq tudo aqui é mal organizado, perdemos jogadores para o México, para a Ucrânia, para a China, para a PQP. Se amanhã ou depois a Etiópia ou o Sudão montarem uma liga de futebol, eles vêm aqui e nos colocam no chinelo. Por isso não concordo de forma nenhuma com essa estória de pagar pau para qq clube brasileiro, todos são pessimamente administrados. Só q o Modesto está tentando uma coisa q ninguém do Santos tentou até agora, eu vou me reservar ao direito de ter essa esperança, mesmo q me decepcione depois. Prefiro isso a saber q quem está lá na direção do Santos sequer tentou, sequer fez marola sobre o assunto. É questão de necessidade, a Globo está acabando com o futebol brasileiro, se os outros clubes não se mobilizarem isso aqui vira uma Espanha, onde 2 clubes brigam pelo título e o resto pra não cair.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog Memorias-Sonhos-Reflexoes e é de total responsabilidade do autor da mensagem.